4 de julho de 2008

O que movimenta o turista e o que um turista movimenta?

Enviado por Aristides Faria - RH em Hospitalidade

Quando viajamos, não pensamos em tudo o que está envolvido em nossa viagem. Há uma infinidade de serviços turísticos à nossa disposição no mercado. Em nossa coluna discutiremos sobre o caso dos serviços de ecoturismo. Aqui, iremos apresentar um quadro com os “componentes do Turismo”, segundo a Organização Não-governamental WWF Brasil:



Este texto, na verdade, é parte integrante de uma linha raciocínio que iniciou, obviamente, com o primeiro... e que terá seqüência no seguinte. Então, reflita sobre estas questões. Pense, em sua experiência como turista (e cidadão do mundo!), nos contatos que você já teve com estas “dimensões do turismo”.

Imagine como os locais que você conhece seriam diferentes se não houvessem fluxos turísticos tão massivos. Leia o texto 1 novamente e veja como os impactos seriam menores se fosse dada mais importância à “experiência turística” (inclusive citada no quadro a cima). Assim, comentários no texto seguinte...

Aloha!

Aristides Faria

Um comentário:

Aristides Faria disse...

Em quase dez anos de atuação, tenho percebido que, cada vez mais, a "experiência turística" é o que realmente define as impressões que o turista levará de seu deslocamento.

A percepção do que será ou não uma boa experiência é muito variável, depende de diversos fatores (sociais e econômicos, por exemplo). Muitas vezes nem o turista percebe o que realmente está motivando sua viagem!!

Hoje, com um pouco mais de vivências na bagagem, posso assinar em baixo do que escrevi neste texto (de 2005). Obviamente as conceituações abordadas são pouco mutáveis, entretanto, as minhas percepções sobre elas e a as convicções acerca do "que movimenta o turista e o que um turista movimenta" continuam calcadas na "economia da experiência"... há um texto a ser publicado aqui no Blogando que falará exatamente sobre isso!!

Mantenham contato!!
Forte abraço!
Aristides Faria