16 de fevereiro de 2008

O Estado do Pará

Por Marisley de Carvalho Monteiro - UNAMA - AM


" Quem vai ao Pará, parou; tomou açaí, ficou..."
(provérbio paraense)


O açaí é uma fruta de uma palmeira de mesmo nome. Da fruta se extrai um suco que é apenas uma das delícias do Pará, espalhadas num território de mais de um milhão de quilômetros quadrados. O Pará é um dos Estados do Norte do Brasil. É em seu território que o rio Amazonas deságua no Oceano Atlântico. A rica natureza amazônica dotou o Pará de praias oceânicas e de água doce, áreas de floresta virgem, serras, lagos e a maior parte dos rios amazônicos.

Sua capital, Belém, é uma das cinco maiores regiões metropolitanas brasileiras e dispõe de completa infra-estrutura urbana. Abriga uma das maiores universidades do Brasil, e dispõe de um significativo conjunto de museus, espaços culturais eruditos e populares, amplamente utilizados pelos seus residentes, quase dois milhões de habitantes.

Com uma cultura de forte herança indígena, mesclada por levas de migrantes europeus, africanos e asiáticos, o Pará tem ritmos e paladares próprios: a generosa natureza amazônica fornece a matéria prima para uma gastronomia de toques exóticos, já presente em restaurantes internacionais; para instrumentos musicais, peças de decoração, e manifestações folclóricas exclusivas. Os atrativos naturais estão em todas as regiões do Pará.
Na capital, Belém, há espaços culturais e de entretenimento, com ênfase no patrimônio histórico. Belém é também porta para o turismo de negócios. E no mês de outubro se transforma na capital do turismo religioso. É o "Natal" dos paraenses: o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Já na Costa Atlântica, em especial Salinópolis, o destaque é para as praias de oceano. Elas somam mais de 20 quilômetros de extensão. No oeste do Estado, o turista encontra o Tapajós, onde está Santarém, conhecida como a "Pérola do Tapajós".

Praias fluviais exóticas onde pode-se apreciar o encontro entre as águas barrentas do rio Amazonas com as águas esverdeadas do Tapajós. Um espetáculo formado por rios que correm juntos por quilômetros, sem se misturar. Lá está a praia mais famosa, Alter do Chão, conhecida como "Caribe Amazônico". Para quem procura turismo ecológico, o rumo é o Marajó.

Maior ilha flúviomarítima do mundo, localizada na foz do Amazonas, possui inúmeras atrações. Da culinária aos cenários de pantanal com riqueza de flora e fauna, o Marajó é lugar para lembrar que a natureza é mãe de todas as belezas. E que a vida merece momentos de silêncio e contemplação.

Um comentário:

Ulysses disse...

Boa tarde,

Gostei muito de seu texto.
Tenho um site Via Pará que estou reformulando e gostaria que você parcipasse com seus textos e idéiais.
No momento, não tenho patrocinadores e portanto não tenho como pagar pelos direitos autorais. Caso queira participar como volutária ficaria feliz.

Parabésn pelo texto e um grande abraço,

Ulysses Silva
ulysses@viapara.com.br